quinta-feira, 6 de fevereiro de 2014

Resenha: O Homem de Aço

O Homem de Aço Título Original: Man of Steel

Título Nacional: O Homem de Aço

Direção: Zack Snyder

Gênero: Aventura, ação

Duração: 2h28min

Estreia: 12 de Julho de 2013







Frase de destaque: Tem que decidir que homem vai se tornar. E seja lá quem ele for... Ele vai mudar o mundo.

O Homem de Aço é um filme criticado por sua abordagem diferenciada, em que predomina o tom sombrio e realista, mas eu entendo que tudo o que foi feito no filme tem uma justificativa e um objetivo. Mesmo que o objetivo de um ato tenha sido um e não outro, tudo o que foi mostrado ficou bem encaixado.

O filme tem ótimos efeitos especiais. Kripton ficou incrível, bonito e real, bem diferente de Asgard que vemos em Thor, especialmente no primeiro. A introdução é bem feita porque apresenta bem todos os personagens. Mesmo nessa parte introdutória sobre a história de Kripton, ainda existem cenas de ação. Em momento nenhum deixamos de ver ação no filme. Ele está presente no filme inteiro, seja em Kripton, seja quando Clark é um adolescente, ou seja quando ele vira o Superman. Ainda sobre os efeitos, algumas cenas de luta ficaram um pouco artificiais, mas nada que atrapalhe.

Muita gente criticou a destruição do filme, e sim, é verdade, houve muita destruição, e muitas delas foram causadas pelo próprio Superman, e não por Zod e sua tropa, mas ninguém critica a destruição de Vingadores: Era de Ultron, não é mesmo? E tem mais uma coisa a se considerar: essa foi a primeira batalha do Superman, foi a primeira vez que ele vestiu o seu traje e agiu como um herói, o que quer dizer que ele era inexperiente. Ele estava preocupado apenas em acabar com o inimigo, por isso não deve ter pensado na quantidade de destruição que estava causando.

Também não houve muito salvamento de pessoas, o que também foi criticado porque os filmes da Marvel fazem questão de sempre mostrar os heróis salvando os civis. O Superman salvou alguns, mas foram poucos, e essa é uma crítica aceitável. De qualquer forma, acho que esse não era o objetivo do filme, já que se trata de um filme de origem. No próximo filme solo do herói, e ainda em Batman vs Superman: A Origem da Justiça, ele deve aparecer melhorado em todas essas questões e se aperfeiçoado como herói.

Outro ponto criticado foi o beijo do Superman com Lois no meio da destruição. Incrível como tantas pessoas criticaram essa cena, mas não criticaram o beijo de Thor e Jane Foster em Thor: O Mundo Sombrio, também em meio à destruição. Isso me faz pensar que O Homem de Aço foi criticado além da conta. E para quem criticou o fato dele ter matado Zod no final do filme, é bom que saiba que essa não é a primeira vez que isso acontece nos filmes do herói.

O filme é ótimo, conta a história de origem muito bem, tem ótimos efeitos, ótima trilha sonora. A abordagem realista e sombria é interessante, porque traz o debate de como o mundo real, o mundo em que vivemos, se comportaria diante de uma invasão alienígena, e quando descobrisse que há 33 anos vive um alienígena entre nós e que pode fazer mal a todos. O filme tem falhas no ritmo em algumas partes focadas em drama, e nos efeitos de algumas cenas de ação. Mas fora isso ele é ótimo.





Atualizado em 30/03/2016