domingo, 15 de fevereiro de 2015

Categorias:

Resenha: Amazônia

Amazônia - Filme - PosterTítulo Original: Amazonia

Título Nacional: Amazônia

Direção: Thierry Ragobert

Gênero: Documentário e aventura

Duração: 1h26min

Distribuidora: Imovision

Estreia: 26 de junho de 2014

 

 

 

 

Amazônia é um ótimo filme. As paisagens são belíssimas. Gostaria muito de ter assistido a versão em que os personagens têm fala, mas essa dublagem foi exclusiva para o cinema brasileiro. O normal do filme é ser totalmente mudo, mostrando apenas os sons dos animais e da natureza. O objetivo é justamente esse: que o filme seja sem diálogos, para que mostre a quem está assistindo como é a realidade na Amazônia, mostrar a diversidade dos animais (perceba os closes que são dados neles), seus movimentos, seus sons. E não só dos animais, como também da natureza como um todo, as árvores, a chuva. Nesse filme temos a oportunidade de conhecer a Amazônia como nunca conhecemos antes, temos a oportunidade de vê-la como realmente é. E eles fizeram um documentário sobre a Amazônia de forma que ficasse interessante de assistir, contanto uma história de aventura do macaco Castanha.

Foi tudo tão bem feito, e é tudo tão bonito, que às vezes você pensa: “Será que tudo isso é mesmo de verdade? É tão bonito que parece até montagem”. Infelizmente esse tipo de pensamento se deve à nossa vida urbanizada e cheia de poluição. Espero que a humanidade não chegue ao ponto de que a natureza seja uma raridade.

O filme também passa uma mensagem interessante sobre o desmatamento, a surpresa de Castanha em ver tudo isso acontecendo, em ver a sua nova casa sendo destruída. Outra coisa que eu gostei é que mesmo o filme sendo mudo, o macaco Castanha parece um ator, porque todos as suas caras e bocas retratam bem o que ele está sentindo, o que ele está vendo, e junto com a trilha sonora, que também é ótima, ajuda o expectador a compreender o que está se passando.

Mesmo o objetivo do filme ser mostrar a realidade da Amazônia, acho que faz falta pelo menos uma narração, como acontece nos documentários exibidos no Globo Repórter. Talvez isso deixasse o filme menos parado e ainda mais interessante. Mesmo assim é um ótimo filme, uma obra prima da Amazônia, que é uma riqueza natural mundial.

Nota: