quarta-feira, 1 de abril de 2015

Categorias:
, ,

Divergente é cópia de Jogos Vorazes?

Divergente X Jogos Vorazes
Algumas pessoas dizem que os livros e os filmes da série Divergente são cópias de Jogos Vorazes. Isso não é verdade. Eles apresentam ideias totalmente diferentes do futuro, e os dois são bem originais, com características próprias. A única semelhança entre eles é que a personagem principal das duas histórias é uma menina corajosa, guerreira, e que arrisca a própria vida para conseguir se salvar, e depois salvar o povo. Mas o resto são histórias totalmente diferentes.

Também existe uma grande diferença entre Tris e Katniss: Katniss não queria estar no meio de tudo aquilo, ela simplesmente foi colocada, sem que pedissem a sua permissão. Já Tris fez a sua escolha, e depois ela mesma escolheu ficar contra o governo. Katniss quer salvar apenas as pessoas que ama, enquanto Tris quer salvar todos.

É até uma ofensa dizer que Divergente é parecido com Jogos Vorazes. A série de Jogos Vorazes é muito melhor e muito superior ao de Divergente, tanto nos livros como nos filmes. Entendam, eu li todos os livros das duas sagas, e gostei delas, assim como vi pontos negativos nas duas (basta ler as minhas resenhas para ver isso). Aqui eu apenas estou dando a minha opinião sincera.

Nos livros de Jogos Vorazes, as histórias são melhores narradas e mais rápidas, enquanto nos livros de Divergente vemos muitas partes longas e chatas, que cansam quem está lendo. Um exemplo disso é a própria vida de Tris que é cercada de segredos que vão sendo revelados ao longo da trama. Os problemas da vida de Tris e os seus relacionamentos com Quatro e Caleb muitas vezes desgastam os livros. O romance entre Tris e Quatro também é destaque em Divergente, enquanto em Jogos Vorazes o romance fica em segundo plano, não sendo o ponto principal da história. Esse romance deixa os filmes de Divergente piores, por não focar no que realmente é importante.

Os filmes de Jogos Vorazes são incomparavelmente superiores aos de Divergente. Tem mais ação, mais efeitos especiais, mais coisas importantes acontecendo. Até a própria visão de futuro que o filme coloca é mais bonita e mais diferente do mundo atual. Enquanto isso, os filmes de Divergente mostra um mundo com aparências mais simples, e mais parecidos com o mundo de hoje, nem parecendo se passar no futuro.

Divergente também tem uma visão da sociedade mais complexa, que é interessante para quem lê o livro (interessante pelo menos no primeiro livro), mas que termina ficando difícil explicar no cinema, e o resultado disso são filmes razoáveis, que só quem entende são as pessoas que leram os livros. Por isso que os filmes não ficam tão bons, e recebem muitas críticas negativas, porque a maioria das pessoas não leram os livros. Esse com certeza é um ponto negativo para a saga Divergente, porque um filme tem que explicar a história por si só, já que vai ser apresentado a um público diferente. Não é preciso ficar fazendo referências aos livros, senão desagrada o grande público. Com Jogos Vorazes é diferente, os filmes podem ser assistidos e compreendidos totalmente por quem não leu o livro, e eles ficam ótimos e cheios de aventura.

E essa ideia de um jovem se revoltar contra o governo e virar herói num mundo futurístico não é nova: em 1993 Lois Lowry escreveu um livro chamado O Doador, que faz parte de uma série de livros chamado O Quarteto Doador. Em 2014 o livro foi adaptado para o cinema, que ganhou o título de O Doador de Memórias. Vi muita gente atacando o filme dizendo que era mais uma cópia de Jogos Vorazes. Mas nem sabiam eles, que essa história é mais antiga do que as atuais que conhecemos.

No fim de tudo, um adolescente se revoltar contra o sistema de governo e virar herói pode estar virando um clichê. Mas enquanto houver histórias originais e criativas sobre a visão de futuro, personalidade dos personagens e suas relações com as pessoas, nunca um livro ou filme poderá ser cópia do outro.

E, você, o que acha? Divergente é cópia de Jogos Vorazes? Vote na enquete e deixe a sua opinião nos comentários!

Até mais!