sexta-feira, 15 de maio de 2015

Comentários sobre o trailer de Supergirl

Gostei do trailer de Supergirl. A série que vai estrear em novembro desse ano, vai concorrer diretamente com Gotham. Quem vai ganhar? Não sei. É difícil saber porque são duas séries com objetivos e públicos diferentes. Eu acho alguns episódios e acontecimentos de Gotham interessantes, mas de modo geral acho a série bem mediana, e não me chama muito atenção. Gotham é uma série para quem é fã de Batman e para quem gosta de séries de investigação, em que cada episódio é apresentado o caso da semana.

Supergirl

Já Supergirl é totalmente diferente disso. No trailer é mostrado claramente a temática feminina. Kara é uma moça que trabalha muito, que tem que aguentar a chefe metida e exigente, e que sente que não faz nada útil porque não usa os seus poderes. Também tem um romance ali no meio. É a típica história de filmes de meninas. Mas esse estilo deve conquistar o público feminino, especialmente as adolescentes.

No trailer também são feitas muitas referências ao Super-Homem. Ele não aparecerá totalmente na série (para não roubar a cena, é claro), a não ser apenas partes do seu corpo, e já foi dito que o seu rosto não aparecerá. Mas as citações continuam, e pelo trailer vemos que são muitas. É difícil separar o Super-Homem da Supergirl, porque eles são primos, e ela só foi criada para ser uma versão feminina dele e conquistar esse público nos quadrinhos.

Os efeitos especiais ficaram muito bons.

Um ponto negativo é que eles mostraram muito no trailer. Ele tem 6:37 minutos e mostra muita coisa! É praticamente um resumo do que acontece no primeiro ou nos primeiros episódios.

O que eu espero de Supergirl

Eu espero que a série realmente fique boa. Eu tenho esperança disso. Precisamos de uma heroína para representar as mulheres, e até aqui não tivemos ainda.

A Viúva Negra é demais, mas ela só foi bem trabalhada em Capitão América 2: O Soldado Invernal. Em Vingadores: Era de Ultron ela foi bem trabalhada no drama, e teve boas cenas de ação, mas termina ficando um pouco ofuscada pelos outros heróis poderosos. A Mulher-Maravilha só virá em 2017 e a Capitã Marvel só em 2018. Em Arrow temos Canário Negro, mas que é apenas uma coadjuvante.

Então a CBS será a primeira a apresentar uma super-heroína poderosa de verdade não sendo uma coadjuvante, tendo a sua própria história. E nesse momento em que estamos, em que os super-heróis estão em alta, a série não pode decepcionar. Se decepcionar, será uma enxurrada de críticas. Por isso é importante dosar bem as histórias pessoais de Kara, as cenas de ação (que é o que se espera numa série de super-heróis), e ainda mostrar o seu lado feminino, para não deixá-la igual a um herói homem.

É um desafio e tanto. Por enquanto só podemos mesmo manter a esperança que a série seja boa.

E você, o que achou do trailer de Supergirl? O que você espera da série?