quarta-feira, 29 de julho de 2015

Categorias:

Resenha: Pixels

Pixels - O Filme - Poster nacionalTítulo Original: Pixels

Título Nacional: Pixels – O Filme 

Direção: Chris Columbus

Gênero: Ação, ficção científica, comédia 

Duração: 1h46min 

Estreia: 23 de julho de 2015

 

 

 

 

 

Os filmes de super-heróis e ficção científica sempre pensam em um vilão para acabar com o mundo, às vezes um vilão monstruoso e poderoso. Mas, e se esses vilões fossem personagens de jogos de videogames da década de 80? Essa é a proposta de Pixels, que é baseada num curta francês de 2010.

Quando eu li a sinopse do filme e vi o trailer, não me interessei muito, e achei que o filme iria ser bem sem sentido e louco. Mas me surpreendi porque até que ele é bem construído.

Ele tem boas cenas de ação, que têm bom ritmo e não cansam. Já que Adan Sandler é o protagonista, não poderia faltar piadas no filme, e algumas são boas. O problema com Adan Sandler é só o clichê que sempre está presente nos seus filmes de um cara que é apaixonado por uma mulher bonita que no início lhe recusa, mas que no final ficam juntos. Mas isso também não atrapalha no desenvolvimento do filme.

O final é totalmente sem sentido. Nada a ver o que fizeram com Q*bert.

Pixels vem com uma ideia original e criativa, e consegue ser divertido.

Nota: