quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Categorias:

Resenha: The Ridiculous 6

Título Original: The Ridiculous 6

Título Nacional: The Ridiculous 6

Direção: Frank Coraci

Gênero: Comédia

Duração: 1h59min

Estreia: 11 de dezembro de 2015








The Ridiculous 6 é o primeiro de quatro filmes feitos por Adam Sandler em parceria com a Netflix. Este é um filme de comédia, mas que não é engraçado. Ele recorre muitas vezes à palavrões e outros tipos de apelações, que são desnecessários ao filme, porque na maior parte do tempo ele funciona com surrealismo e outras bobagens. Os personagens Herm (Jorge García) e Lil' Pete (Taylor Lautner) são as provas disso. Eles são bem bobos. Esse contraste do bobo com o apelativo não combina em momento nenhum, e mesmo se você separar essas duas características verá que também são ruins e que não foram bem feitas.

Em compensação, o filme funciona bem como uma sátira dos filmes de faroeste, o que vi como um ponto positivo. Não é engraçado, mas tem os elementos dele. Mas também não é algo que se diga: “nossa, ele é uma ótima sátira dos filmes do velho oeste”. O personagem de Adam Sandler, Tommy, é legal por causa da sua habilidade com facas. Também gostei do desfecho dado ao filme, que pelo menos nesse momento fugiu dos clichês que imaginávamos. Os figurinos e os cenários ficaram bem feitos.

The Ridiculous 6 não vai lhe fazer rir, então não espere um grande filme de comédia. Mas ele é bom para você assistir quando não tiver nada de melhor para fazer e se você não estiver com grandes expectativas. Ele conseguirá lhe entreter com a história apresentada.

Nota: