sábado, 27 de fevereiro de 2016

Categorias:

Resenha: Up – Altas Aventuras

Título Original: Up

Título Nacional: Up – Altas Aventuras

Direção: Pete Docter e Bob Peterson

Gênero: Animação, família, aventura, comédia

Duração: 1h35min

Estreia: 4 de setembro de 2009


 



São poucos os filmes de animação que conseguem uma nota 10 da minha parte. Up – Altas Aventuras conseguiu isso com facilidade, porque logo no começo do filme já é mostrado o drama do personagem principal. Não é necessário falas. Apenas cenas e uma trilha sonora de fundo que é excelente e faz uma contribuição essencial para dar o tom emocionante a todo o filme. Depois dessa fase introdutória entendemos mais o Sr. F, e o porquê do seu cuidado com os móveis e com a casa. Entendemos os seus sentimentos.

E depois que ele descobre o desejo da sua esposa, enquanto olha mais uma vez o livro de aventuras, resolve deixar tudo para trás e então iniciar uma nova aventura com seus novos companheiros, que não são só companhias, mas ajudam a deixar a sua vida mais feliz. Parece até que sua esposa, já o conhecendo bem, imaginou a forma que ele ficaria e por isso lhe deixou aquela mensagem, que era verdadeira e de coração.

Também são poucos os filmes de animação que trabalham o drama tão bem quanto um filme comum. No mesmo nível deste filme só tem Wall-E. É interessante notar que os gêneros que predominam neste filme são os de aventura e comédia, mas é o drama colocado no início e no final dele que lhe marcou e que lhe fez ser lembrado. É esse drama pesado, que te faz chorar, que te marca e te faz gostar tanto do filme.

Up – Altas Aventuras é um excelente filme. Ele tem uma história muito bonita e emocionante, além de ser uma ótima aventura para se assistir em família.

Nota: