quarta-feira, 18 de maio de 2016

Categorias:
, ,

Resenha: X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

X-Men - Dias de um Futuro Esquecido - Pôster nacionalTítulo Original: X-Men: Days of Future Past

Título Nacional: X-Men: Dias de um Futuro Esquecido

Direção: Bryan Singer

Gênero: Ação, ficção científica

Duração: 2h12min

Estreia: 22 de maio de 2014

 

 

 

 

 

X-Men: Dias de um Futuro Esquecido tem as mesmas qualidades e defeitos de X-Men: Primeira Classe. Ele é sério e realista com sua discussão política sobre os mutantes. Tem bons dramas, ótimos efeitos, e uma história que te prende do início ao fim.

Achei super interessante o conceito de volta ao tempo que o filme abordou. Só isso já me fez lhe achar melhor que seu antecessor. A direção de Brian Singer é destaque, e vem ficado cada vez melhor a cada filme que se passa. Nos momentos-chave do filme foi feito uma montagem onde é mostrado o presente (que é o “futuro” do título) e o passado. Os dois com acontecimentos tensos capazes de lhe fazer nem piscar o olho. Uma só história tensa já é capaz de te prender, imagine duas ao mesmo tempo! Tudo foi muito bem amarrado e não deixa brechas.

No final do filme, antigos personagens voltam e fica estabelecido um novo universo que a Fox poderá usar para fazer mais histórias inéditas sem que isso atrapalhe a cronologia, já que esse é um novo futuro. É como eles terem dado o ponta pé inicial para um novo reboot que pode vir. Mais uma sacada da Fox, ou mais especificamente, de Brian Singer, que fez um ótimo trabalho.

O defeito do seu antecessor, porém, permanece nesse filme, que são as contradições da cronologia em relação aos antigos filmes. Quanto a isso, no final do filme fica tudo ok, mas e quanto ao filme inteiro, que continuou contradizendo o que já tinha sido feito? Não deram uma explicação para isso, e pelo visto não vão dar.

Mas, mais uma vez, esse é um defeito que você pode ignorar, porque o filme é de muita qualidade. É realmente muito bom.

Nota: