quarta-feira, 15 de junho de 2016

Categorias:

Resenha: The Blacklist – 1ª temporada

The Blacklist - 1ª temporada

Conheci The Backlist pela Globo, que exibiu sua primeira temporada do ano passado para esse ano, sob o nome Lista Negra. Desde que vi as chamadas anunciando sua estreia já fiquei com vontade de assistir, porque me pareceu uma trama muito interessante: a de um grande bandido que vai trabalhar junto com o FBI, mas escolhe uma das suas agentes como especial, por um motivo que ninguém sabe. Qual é o segredo? Por que Raymond só fala com Liz? Qual a conexão entre eles? Logo no início você quer descobrir o segredo, e por isso vai acompanhando a série.

Depois dessas curiosidades iniciais, ainda no início da temporada, o que me prendia era os supostos segredos de Tom, o marido de Liz. Era interessante, porque algumas coisas iam sendo reveladas e que me deixava curioso para saber aonde tudo aquilo ia dar.

A série como um todo apresenta o formato de caso da semana: em cada episódio surge um novo bandido que tem que ser preso pelo FBI, e Raymond ajuda nas investigações, mas sempre com interesses próprios. Os casos são bem elaborados, têm um certo suspense, e alguns são bem violentos. São casos interessantes. Alguns episódios são mais pesados (e desses não gosto muito).

Ao mesmo tempo, o relacionamento entre os personagens vai avançando. A história que está ao redor de todos os outros casos, e que é o grande arco da temporada envolve Raymond, Liz e Tom. É um arco muito interessante, e lhe deixa de boca aberta muitas vezes. Um dos segredos ainda não foi revelado, que é sobre a relação de Reddington e Liz. Desde o início da temporada que eu acho, e depois do último episódio continuo achando, que ele é o pai dela. Mas vamos ver se algo vai ser revelado na próxima temporada.

E por fim, gostei de The Blacklist. Descobri ela só depois que passou a ser exibida na TV aberta, e só então foi que descobri que essa é uma série famosa. Mas antes tarde do que nunca, certo? Vou assistir a 2ª temporada, mas não vou esperar pela Globo, que até aqui não deu sinais que irá exibir. Aguardem as próximas resenhas!

Nota: