quarta-feira, 20 de julho de 2016

Categorias:

Resenha: Steve Jobs

Steve Jobs - filme 2016 - Pôster nacionalTítulo Original: Steve Jobs

Título Nacional: Steve Jobs

Direção: Danny Boyle

Gênero: Biografia, drama

Duração: 2h02min

Estreia: 14 de janeiro de 2016

 

 

 

 

 

 

 

Steve Jobs é um filme que conta a vida pessoal de Steve Jobs, um lado seu que não conhecemos. Apenas sabemos que ele foi o co-fundador da Apple, o consideramos um gênio, e que o grande sucesso da empresa veio das suas invenções, mas não sabemos como ele fez para chegar a esse sucesso, quais problemas e desafios teve que enfrentar e nem tão pouco como ele era nos bastidores. Mostrar como ele era como pessoa, como ele era como pai e chefe é o principal objetivo desse filme. Tudo gira em torno de três momentos diferentes, três lançamentos de novos produtos, mas as histórias não são simplesmente a de um homem que chegou ao sucesso, e sim dos bastidores de uma empresa, dos bastidores de um espetáculo. É algo mais pessoal. Como é conviver com Steve Jobs? É isso o que esse filme se propõe a mostrar. Sim, Jobs era um cara difícil de conviver. Ele era egocêntrico. É difícil acreditar que uma pessoa famosa seja tão diferente do que aparenta ser publicamente em suas apresentações, e do que imaginamos que ela seja, mas essa é a realidade.

Esse é um filme biográfico diferente dos demais, que geralmente focam no lado bom de seus protagonistas e em seus problemas relacionados à empresa da qual são vítimas em alguma situação. Essa é uma versão mais realista e ousada da história que ninguém nunca contou, a não ser no livro da qual esse filme foi baseado, que é o Steve Jobs do jornalista Walter Isaacson. Depois de ter assistido a esse filme fiquei com vontade de ler o livro para saber mais.

Todas as atuações são ótimas, com destaque para Michael Fassbende como Steve Jobs, Kate Winslet como Joanna Hoffman e Seth Rogen como Woz. As histórias são bem contadas e elas têm um ótimo ritmo. O filme cumpre bem a sua proposta de mostrar essa face pessoal de Steve Jobs que não conhecíamos antes. Recomendo que assistam, principalmente aos fãs dele e da Apple (não que eu queira que ninguém mude de ideia quanto a ele e à empresa, pois esse não é o objetivo do filme).

Leia também:

Nota: