sábado, 8 de outubro de 2016

Categorias:

Resenha: Liga da Justiça: O Trono de Atlantis

Liga da Justiça - O Trono De AtlantisTítulo Original: Justice League: Throne of Atlantis

Título Nacional: Liga da Justiça: O Trono de Atlantis

Direção: Ethan Spaulding

Gênero: Animação, ficção científica, aventura, ação

Duração: 1h12min

Estreia: 27 de janeiro de 2015

Comprar (DVD)

 

 

 

 

As animações da DC Comics são sempre bem faladas. Não são necessariamente filmes para crianças, já que têm classificações indicativas de 12 e 14 anos (e até de 18, como A Piada Mortal). O primeiro filme que assisti foi Liga da Justiça: Guerra e não tinha gostado muito, o que quebrou um pouco as expectativas. Mas não desisti e depois assisti Liga da Justiça: O Trono de Atalntis, que é muito bom. Ele conta a história de como o Aquaman se juntou à Liga da Justiça, e tem como vilões Orm e Arraia Negra. A história é muito boa e tem o roteiro bem escrito. As cenas de ação são constantes e também muito boas, e os dramas bem trabalhados nos momentos certos e sem exageros.

Apesar desse Aquaman ser um pouco diferente do dos quadrinhos, sendo um pouco arrogante e convencido, a abordagem foi muito boa. Se o filme da Liga da Justiça (de 2017) e do Aquaman (de 2018) forem nesse mesmo estilo, e se trabalharem o Aquaman tão bem assim já estará ótimo. Que o Aquaman dos cinemas será diferente do dos quadrinhos nós já sabemos, mas também não seria necessário que ele fosse tão diferente assim. E esse filme mostra bem isso: um Aquaman com uma pegada diferente, mas não tão distante da versão dos quadrinhos.

Liga da Justiça: O Trono de Atlantis adapta uma ótima história do Aquaman dos quadrinhos, usa dois vilões de forma muito bem amarrada e sem desperdiçá-los, e ainda faz a integração com a Liga da Justiça muito bem. O roteiro e a direção foram muito boas para que o filme saísse com esse resultado.

Nota: