segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Categorias:

Resenha: Maze Runner: Ordem de Extermínio

Maze Runner - Ordem de Extermínio - CapaTítulo: Maze Runner: Ordem de Extermínio

Autor: James Dashner

Editora: Vergara & Riba

Número de páginas: 381

Ano: 2013

Comprar (livro impresso)

Comprar (livro digital)

 

 

 

 

 

Quando comecei a ler Maze Runner: Ordem de Extermínio me perguntei porque demorei tanto tempo para finalmente começar, porque assim como a trilogia anterior, esse livro é muito bom. Foram 7 meses de diferença que levei entre Maze Runner: A Cura Mortal e Maze Runner: Ordem de Extermínio. Só ao ler o primeiro capítulo eu já tive essa sensação, e me lembrei como Maze Runner tem uma história incrível e cativante. Já disse aqui e repito: para mim, de todos as sagas juvenis que li até agora essa é a melhor. Só é uma pena que os filmes não estão nesse mesmo nível.

O livro se passa antes de todas as histórias de Thomas na trilogia que a antecede. Aqui é revelado como surgiu o vírus do Fulgor, e como surgiu o CRUEL. Já dá para ter uma ideia, ainda que não total, se o CRUEL é bom ou não. Os personagens são outros, porque a história se passa 13 anos antes. Mas você percebe que é o mesmo mundo de Maze Runner, porque além do Fulgor, que é o que gira a trama do livro, ele sempre faz referências às chamas solares que acabaram com o mundo e deixaram as pessoas vivendo em povoados com situação precária.

Você logo se apega aos novos personagens, e logo também passa a sentir o suspense da história, que no início é o mesmo do dos outros livros. James Dashner sabe mesmo como escrever um livro.

Em algum momento, porém, ele começa a ficar um pouco mais lento no ritmo da história e os dramas começam a ficar repetitivos. O suspense que vinha tendo no começo do livro, e que também esteve presente nos livros anteriores, deixa de aparecer. Mas isso não o faz ser ruim. Muito pelo contrário, o livro é ótimo, e tem uma ótima história de aventura, mas aquele suspense que eu já estava acostumado fez falta.

Mas para fechar com chave de ouro, os últimos capítulos ficaram ótimos, e o suspense voltou, ainda que em menor escala.

Fora esses problemas, Maze Runner: Ordem de Extermínio é um ótimo livro. Se você for fã dos livros da saga recomendo que leia para descobrir o começo de tudo.

Leia também:

Nota: